Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Red rose

publicado por ónix, em 25.11.11

O estafeta chegou de expressão serena ao meu trabalho com rosa encarnada na mão acompanhada de cartão. Perguntou por mim, eu disse que era engano. Sorriu e disse que não... entregou-me a rosa e partiu com sorriso estampado na cara. Olhei a rosa e li o cartão com lágrima ao canto do olho. Dispararam todos os sentidos, as colegas bateram palmas e eu sem saber se rir ou chorar tamanha era a emoção. A vontade era desmedida, queria  sair dali e correr até ti. Nada feito, custou-me o resto do dia. Guardei a rosa encarnada em livro grande e pesado. Passaram anos, um dia tu partiste.

Certa vez abri o livro, a rosa seca e de cor esbatida gemeu, desfez-se em mil pedaços. Com ela foi o meu coração.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por ónix às 21:26


comentários

De ónix a 30.11.2011 às 20:24

Fases passageiras...os meus posts são eternamente lamechas, não é? Este foi mais uma daquelas recordações que de vez em quando teimam em fazer-nos uma visitinha.
Bjokas

Comentar repto








Reptos mais comentados


Obrigada a quem vai passando...




Protected by Copyscape Web Plagiarism Check

Imagens retiradas de Google