Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Words

publicado por ónix, em 28.01.12

 

Não consigo escrever, anda fugida a inspiração. Carrego nas teclas que escrevem os meus desabafos e apago e volto a carregar para voltar a apagar. E depois desiludida, fecho-as num movimento brusco e sinto aquela vontade imensa de escrever e quero agarrar as palavras mas elas escapam-se-me por entre os dedos soltando gargalhadas de loucura. E eu numa corrida desenfreada continuo a persegui-las e elas perseguem-me a mim, uma aqui outra ali, sem ordem e sem sentido, levando-me à exaustão. Deixo fluir o tempo e quando elas regressam na calmaria de um fim de tarde soalheira, eu sorrio feliz, porque quando escrevo esqueço tudo e quando esqueço tudo sinto-me apaziguada. Carrego nas teclas sem apagar e elas sucedem-se submissas, escritas com ternura desmedida e com aquele sentido que só eu lhes sei dar.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por ónix às 01:10


comentários

De Closet a 28.01.2012 às 14:45

E é tão bom ler as tuas palavras querida Ónix! Escreve sempre, sim? Mesmo que às vezes elas queiram fugir-te, pregar-te partidas, nunca desistas da corrida! Um beijinho grande

De ónix a 29.01.2012 às 01:15

Costumo levar a corrida sempre até ao fim. Posso é andar ausente por algum tempo mas voltarei...always. Obrigada pelas palavras, querida closet.
Bjinhos

De efoi a 28.01.2012 às 17:40

Uma amiga dizia um destes dias que falava mesmo muito, respondi que não interessa se fala muito desde que não fale demais...
sempre achei que as emoções não carecem de fita métrica mas apenas de sentidos
O que tu escreves tem sempre muito sentido, será com toda a certeza o teu como dizes, mas não só...
beijinho

De ónix a 29.01.2012 às 01:18

Olá P. Se calhar seria bom se as emoções carecessem de fita métrica, assim seria melhor geri-las. Mas também não tinha piada nenhuma se tal acontecesse. Olha, ideias contraditórias que de vez em quando se apoderam de nós.
Gostei deste teu comentário, aliás, gosto muito dos teus comentários. Não te babes

De efoi a 29.01.2012 às 11:35

Ohhh, já foi tarde, só avisaste no fim e o mal já estava feito, ainda tentei limpar mas era baba a mais :D

emoções a metro, que bela ideia para um negócio!!!!

Eu percebo muito pouco da coisa, mas de alguma maneira fascina-me as emoções das pessoas e dou comigo a analisar isto e aquilo, perceber que por vezes a distância entre o fantástico e o completamente estúpido é uma linha estreita apenas ao alcance de quem sente... prende-me, cola-me
Também tenho que me distrair com qualquer coisita :D :D é que esta incontável quantidade de papel aqui à minha volta prontinha para ser estudada não me cativa tanto, o que é um problema :D

De ónix a 31.01.2012 às 23:55

Ah,ah... olha que vender emoções ao metro seria negócio rentável. Estuda, estuda apesar de não cativar. É o melhor tempo que se tem.
Bjinhos

De efoi a 01.02.2012 às 00:34

No meu caso é mais o pouco tempo que se tem :D
Quando a idade avança, os compromissos crescem... e o fulgor da adolescência já lá vai à bastante tempo :D :D
mas não invalida de tirar bom proveito
beijinho

De ónix a 01.02.2012 às 19:10

A quem o dizes
Abraço

De flordocardo a 28.01.2012 às 20:14

Gosto e pronto!

De ónix a 29.01.2012 às 01:20

Caro amigo...obrigada. Em duas palavras dizes tanto! Obrigada. Como tens passado?
Beijinho de força para continuares e venceres.

De artesaoocioso a 28.01.2012 às 21:30

Fiquei muito contente pelo regresso. Depois de tanto trabalho e de amigos e amigas que admiram o que escreve, desistir? Seria uma perda.
A Net proporciona-nos esta tribuna onde comunicamos e dizemos o que nos vai na alma. Mais uma razão para não dezistir.
Lembra-se?
"A seguir ao naufrágio... renasce a esperança, reerguem-se os corpos e as almas, regressam os sorrisos e as gargalhadas.
E o sol, esse volta... com um brilho e um calor mais intensos."
Beijo

De ónix a 29.01.2012 às 01:24

Olá João
Eu nunca quis desistir...fico ausente de vez em quando. Mas adoro escrever e amo este blog. Já vi que anda a ler o blog de fio a pavio. Este post que transcreve foi dos primeiros que escrevi.Obrigada por me continuar a ler e pelas palavras sempre amáveis e sinceras.
Beijinho e que esteja a recuperar deste frio. Temos de lhe dar um pontapé.

De artesaoocioso a 31.01.2012 às 21:42

Sou leitor dedicado e deliciado.
Do frio e do que está para vir nem falo.
Abraço

De ónix a 01.02.2012 às 00:02

Obrigada. O frio que aí vem já me está a assustar. Nem quero pensar. Quanto ao João, penso que pode ficar em casa no quentinho, agora eu tenho de me levantar cedo para trabalhar. Pelo menos na sexta. Brrrrr...
Bjinhos

De artesaoocioso a 01.02.2012 às 23:24

É verdade, posso ficar no quentinho, olhar de soslaio para o despertador e virar-me para o outro lado, privilégio de ser velho.
Torres Novas é uma cidade mais fria do que Lisboa (a poluição que envolve Lisboa funciona como efeito de estufa) e lembro-me também do frio que aí passei.
O inverno de 1.954 ou 1.955, provavelmente a Margarida ainda não tivesse nascido, foi particularmente frio, com muito granizo e naquela época a roupa (ainda não havia vestuário...) não era tão cómoda e variada como hoje.
Quando chegar a amostra do siberiano talvez não saia de casa (outro privilégio), chá e roupa reforçada serão as principais medidas anti-frio. Se fosse mais novo recorreria ao Porto seco e ao Moscatel de Setúbal (recomendo-lhe esta receita) mas agora não posso ter esses luxos.
Beijinhos.

De ónix a 05.02.2012 às 20:46

Estudei em Lisboa e acho que as temperaturas de ambas não diferem muito. Não, não era nascida em 1955. Gosto de Moscatel, não gosto de Porto e dispenso o chá. Temos de suportar este frio por mais uns dias, Brrrrr
Bjinhos

De viajanteintemporal a 29.01.2012 às 23:58

Então amiga??
Mesmo que não consigas escrever diz qualquer coisa. Nós gostamos de saber que estás bem.
Um beijinho grande

De ónix a 31.01.2012 às 23:57

Olá viajante
Sabes que eu acabo sempre por voltar e dizer qualquer coisa. Gosto de te ver por aqui.
Bjinhos

De onda_azul a 30.01.2012 às 21:32

Olá Estava a ler o teu texto e parecia que tinha sido eu a escrever, não com as tuas palavras sempre melodiosas mas no sentido que lhe deste Eu também ando numa fase em que a inspiração se foi, espero que tanto a tua como a minha regresse porque adoramos escrever Espero que estejas bem

Beijinhos para ti e para a mana

De ónix a 31.01.2012 às 23:59

Olá onda
Pois, parece que anda muita gente a padecer desta falta de inspiração. Mas acabamos sempre por voltar e arranjar umas palavrinhas para deixar aqui, não é?
Grande beijinho para ti e outro especial para a mana

De onda_azul a 01.02.2012 às 21:57

Claro que sim, isso vai sempre acontecer, mas espero que essa falta de inspiração não seja por estares triste ou menos bem, tens de estar sempre bem

Beijinhos para ti e para a Mana

De ónix a 05.02.2012 às 20:47

É mesmo falta de inspiração...somente.
Bjinhos para ti e para a mana

De onda_azul a 08.02.2012 às 20:46

Ainda bem amiga, fico muito contente que estejas bem

Beijinhos para ti e para a Mana

De Caravaggio a 05.02.2012 às 02:22

Mas olha que gostei......parabéns.

De ónix a 05.02.2012 às 20:48

Sr. Caravaggio...bom tê-lo por aqui. Obrigada.
Abraço e que tudo esteja a correr bem na tua vida.

De T. a 07.02.2012 às 14:32

Sei bem o que é esse sentimento de impotência em frente de uma folha em branco. Também me atormenta por vezes.
E depois quando vai, é como se nos tirassem um peso de cima. E a ti saem-te textos assim, intenso e bonitos.

Gostei muito

beijinhos Ónix

De ónix a 07.02.2012 às 20:55

Olá T.
É mesmo sentimento de impotência...obrigada pelas palavras. Quero dizer-te que continuo a visitar o teu blog e a deliciar-me com os teus posts. O que acontece e com imensa pena minha é que não os consigo comentar...já tentei inúmeras vezes e nada. Saberás dizer-me porquê?
Abraço para ti

De T. a 07.02.2012 às 22:25

Não sei o que se passa Onix...mas experimenta lá comentar outro post sem ser aquele, para ver se dá agora...

=(

beijos

De Ametista a 20.02.2012 às 01:49

Pois é, minha querida ónix, por vezes queremos muito que as palavras nos saiam mas a inspiração nem sempre é constante. Acredito que ela vai voltar, mais cedo ou mais tarde..
Também eu ando assim :(
Saudades de ler-te :)

Abracinho

De ónix a 24.02.2012 às 22:54

Olha, ela continua a deambular por aí... não tenho tido grande vontade para escrever. Fases...passam, creio!
Bjinhos

De artesaoocioso a 22.02.2012 às 21:34

Tão longo silêncio.
A inspiração ainda não voltou?
Beijo

De ónix a 24.02.2012 às 22:55

Olá João
Está mesmo longo este silêncio...ando sem vontade e por vezes com falta de tempo para escrever. Espero regressar em breve. Como estamos de saúde?
Beijinhos

De artesaoocioso a 26.02.2012 às 12:32

Cara Margarida,

Desejo que a inspiração regresse breve: a primavera está à porta e tem a magia de nos reconciliar com a vida.
Não quero parecer piegas mas as coisas não correm bem. Há cerca de 4 anos que tenho consultas periódicas nos Instituto Gama Pinto, no passado dia 21 foi fazer um exame às duas retinas e o diagnóstico foi: degeneração das duas máculas com derrames para as retinas.
Esta degeneração, designada Degeneração Macular da Idade, provoca diminuição da visão e tem dois tipos: «seca» que evolui lentamente e «humida», agressiva, de evolução rápida e que pode, no limite, levar à cegueira.
Aguardo a marcação da consulta para saber em que «clube» me encontro. Quando diagnosticada precocemente tem diversas terapias mas ainda não digeri a pancada.
No plano físico o que mais de afecta é a coluna, as dores cervicais e lombares são difíceis de suportar. Foi por causa da coluna que me reformei antecipadamente.
Peço desculpa de estar a maçá-la com o desabafo mas há dias de desanimo.
Beijinhos.

De ónix a 29.02.2012 às 23:54

Olá João
Lamento os seus problemas de saúde mas vamos pensar de forma positiva...talvez a sua ida à consulta lhe traga notícias menos más. Não tenho tido tempo para andar por aqui...muito trabalho, mesmo.
Beijinhos e as melhoras.
Envio-lhe para contrastar com a que acompanha este seu comentário

De artesaoocioso a 03.03.2012 às 19:55

Margarida,
Agradeço o seu amável comentário.
Continuo preocupado e em baixo.
Espero melhores dias.
Obrigado e um abraço

De ónix a 04.03.2012 às 03:32

E melhores dias virão, vai ver. Mas compreendo a preocupação.
Abraço

Comentar repto








Reptos mais comentados


Obrigada a quem vai passando...




Protected by Copyscape Web Plagiarism Check

Imagens retiradas de Google