Terça-feira, 3 de Novembro de 2009

Maré de azar

Ontem ao sair da garagem com o carro senti-o de imediato a fugir-me para o lado direito.Como mulher  que sou e perfeitamente entendida nestas lides,automaticamente pensei "Direcção desalinhada. Mas que raio, o carro tem meia dúzia de meses e já está neste estado?".

À medida que aumentava a velocidade mais o fulano se me escapava para a direita. "Mau! Deixa-me mas é reduzir a velocidade antes que aconteça p'ra aqui algo pior".Depois de percorrida uma via principal e ao entrar na estrada secundária que me levaria ao local de trabalho, percorro mais ou menos duzentos metros e eis que sinto a bela da jante roçar o alcatrão. Já enervada, encosto numa bifurcaçãozita que definitivamente me esperava com aquele sorriso cínico ao canto da boca e a esfregar as mãozinhas de contentamento.Saio acelerada do carro e entre a desolação e o desepero verifico que o pneu da frente,do lado direito pois claro, estava completamente em baixo. " Boa! Um furo. E agora?" Começo a olhar a estrada... pessoas a conduzirem carros e camiões num vaivém constante e a uma velocidade algures entre o moderada e alta, vão olhando mas não param. Começo a desesperar, a falar sozinha e os lábios começam a tremelicar. "Não vais chorar agora. Não te ajuda em nada". Telefono para o trabalho para informar que iria chegar atrasada. Telefono para casa, mas ninguém atende. Volto a olhar os carros e os camiões,a mente num turbilhão..."Peço ajuda? E se pára um camião e sai de lá disparado um gajo com uma bigodaça e sem um dente, qual personagem tirada do gato preto, gato branco do Kusturica"? Tal imagem aterradora provoca-me um arrepio na espinha. Enfio-me dentro do carro e tranco-me. Meio assustada e a tremer, tamanhos eram os nervos, telefono ao meu melhor amigo mas sem grande esperança pois eram nove da manhã e também ele ia começar o seu belo dia de trabalho. Atende. A sua resposta foi um bálsamo p'ra mim. "Estás com sorte. Tenho quem me substitua. Aguenta um bocadinho que vou já p'ra aí ".

Depois, foi o mudar do pneu e pensar o quanto devo a este amigo especial. Pessoas como ele estão praticamente extintas e sinto-me uma mulher afortunada pela sua presença naqueles meus momentos... os bons e os menos bons.

Bem hajas, querido amigo. Obrigada por fazeres parte da minha vida!

 

 

Para o Pjo. Adoro-te, querido amigo.

 

tags:

escrito por ónix às 21:16
| comentar
20 comentários:
De ónix a 4 de Novembro de 2009 às 21:14
Soa-me a ditado inventado por Caravagio ou então sou eu que o desconheço por completo.
Beijinhos e que te encontres mais ou menos bem, dentro da medida do possível.


De Caravaggio a 4 de Novembro de 2009 às 23:20
Olá Ónix , teres furos é sinal que já circulas, isso é bom. O que eu queria dizer era: "quem tem amigos não morre na cadeia " mas tinha que dizer um que metesse furo e saiu aquele. Também dá. Beijinho para ti e continuação de boa recuperação e sem furos.


De ónix a 4 de Novembro de 2009 às 23:59
Estou quase boa... falta só um bocadinho assim. Ok. Fica a explicação do ditado. A tua imaginação não tem limites.
Continua assim... bem disposto e a fazer rir alguém à distância.
Beijinho


Comentar post


. Um pouquinho de mim

. Adicionar-me

. 35 seguidores

Obrigada a quem vai passando...

.OS MEUS REPTOS

. Regresso

. O Despertar dos Silêncios

. Back in time

. Um dia...

. Vontades

. Poetas

. Faz

. Escolhas

. Noite

. Aplauso

. Sedução

. Smile

. Why?

. Acerca deste dia

. Words

. Ele e Ela

. Red rose

. Closed

. O livro ou não...

. Eternamente jovem

. Palavras para uma imagem

. Medo

. Histórias ou estórias, qu...

. No feminino

. Nós

. Brinde a ti

. Primavera

. Escreve-me

. Dezanove

. Palavras para uma imagem

. Com Alma

. Para ti

. Era uma vez...

. Virar de página

. Palavras para uma Imagem

. A norte

. Champanhe e palavras

. Angel

. O Filme

. Em silêncio

. Porque me apetece

. Ela

. Danças?

. Entardecendo devagar

. Caminhos

. Years

. Fim de tarde

. Reencontros

. Palavras...somente

. Hoje

.O TEMPO DAS PALAVRAS

. Junho 2019

. Novembro 2014

. Agosto 2014

. Novembro 2013

. Setembro 2013

. Abril 2013

. Fevereiro 2013

. Dezembro 2012

. Outubro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

Protected by Copyscape Web Plagiarism Check

Imagens retiradas de Google

online