Segunda-feira, 21 de Dezembro de 2009

Freedom

Amo a liberdade...agarrar no meu carro que tem aquela cor que eu venero e partir para onde bem quero e quando quero. São estas vontades concretizadas que me dão força para seguir em frente. Liberdade de movimentos, de sentimentos e de vontades.

Por acaso apetecia-me hoje e agora vaguear pela noite fria e chuvosa e parar à tua porta apesar de não saber para onde me direccionar.Encontrada a direcção, apetecia-me bater e ver-te aparecer. Depois não sei, talvez me deixasses dizer-te as palavras... aquelas, sabes?

A seguir voltava a mergulhar na noite escura e gelada regressando devagarinho para o meu cantinho acolhedor e quentinho. Aí, instalada confortavelmente na sala aquecida,bebericava um cacau a fervilhar de emoções e comia uma ou duas filhós p'ra me adoçar o coração.

 

Então sentir-me-ia livre daquilo que queria dizer e  seria dito, livre de um passado que às vezes entra sem avisar, livre do que penso ou não penso sentir por ti!

 

Amo a liberdade!

 

tags:

escrito por ónix às 23:50
| comentar
27 comentários:
De Caravaggio a 22 de Dezembro de 2009 às 01:09
As fábricas silvarão, de novo alegremente, jamais fabricarão com que matar agente. Até as andorinhas de novo vão voar até na tua janela voltarão a poisar. Diz-me lá se não canto bem? Salvo erro isto é do Fernando Lopes Graça, mas a última estrofe operática é minha, também só sei este liberato manoestro. Isto é o meu ode à Liberdade.


De ónix a 22 de Dezembro de 2009 às 22:03
Poético, inspiradíssimo e com musicalidade qb. Gostei do teu canto. Obrigada. Valeu o conteúdo da mensagem.
Abraço.


De DyDa/Flordeliz a 23 de Dezembro de 2009 às 01:34
Sim!
Amo essa liberdade.
A cor do carro pouco importa.
O importante é que me abram a porta.
Ou então...
Simplesmente voltar ao mesmo lugar
Acreditando que fui livre
De partir e de chegar
E se não entrei...
Foi porque não quis ficar
Me apeteceu regressar

Beijo e obrigada



De ónix a 23 de Dezembro de 2009 às 12:53
Obrigada, flor. Sabes que gosto sempre dos teus comentários. Que estejas melhor hoje.
Beijinhos


De Marta a 23 de Dezembro de 2009 às 15:02
Olá Ónix,

Eu também amo a liberdade :-) E passei para te desejar um santo e feliz natal

beiijinhos


De ónix a 23 de Dezembro de 2009 às 22:16
Viva, Marta
Obrigada por teres passado... também te desejo um Feliz Natal cheio de coisas boas e com toda a felicidade do mundo.
Abraço.


De Ametista a 23 de Dezembro de 2009 às 17:06
Maravilhoso sabor a liberdade...
Pelo menos, somos livres de pensamento e os nossos sentidos são igualmente livres... as palavras, essas, vamos guardando bem cá no fundo de nós... quem sabe, um dia, não conseguirão soltar-se...?
Adoro-te, manuska

Beijinhos & chocolate


De ónix a 23 de Dezembro de 2009 às 22:17
Quem sabe... pois, talvez...
Beijinhos, mana.


De O Gato a 23 de Dezembro de 2009 às 21:13
Um Feliz Natal com um beijinho


De ónix a 23 de Dezembro de 2009 às 22:18
Igualmente para ti. Tudo de bom, neste Natal!
Beijinhos.


De Diana V. a 24 de Dezembro de 2009 às 19:32
São sempre livres os pensamentos e os sentidos, de todos aqueles que veem o Mundo à sua altura...
Tu arrisco dizer que ainda vez mais além ...
Tem um Santo Natal minha amiga...
Livre no pensar e no sentir que te é tão próprio...

Beijocas da Quimera


De ónix a 24 de Dezembro de 2009 às 19:49
Mais um comentário lindo, bem próprio da menina Quimera.
Beijinhos e um Natal muito feliz junto dos que te são queridos.
Abraço grande.


De Caravaggio a 28 de Dezembro de 2009 às 18:17
Então minha Amiga ÓNIX, ainda estás a abrir os presentes? Eu sou um autentico sem-abrigo, mesmo dum pequeno carinho. Presentes de nikles . Vê lá como sou tanso e bondoso. Como éramos 12 pessoas tive a bondade de comprar 12 Bolas de Berlim e dar uma a cada um. Ninguém se queixou, e ter dito...a minha é melhor que a tua. Vê só como sou bem comportado nas minhas obrigações. Olha ÓNIX estou muito triste, e digo-te mais vou para Carmelita mas calçado. Um Beijito para ti e espero que estejas Faine e Fónix .


De ónix a 28 de Dezembro de 2009 às 21:56
Amigo Caravagio... foste muito coerente na compra dos teus presentes. E agora a falar a sério, espero que tenhas tido um Natal mais ou menos bem passado. O meu foi bom, já estou faine.
Se vais mesmo para Carmelita temos de fazer uma despedida em grande porque lá não há vestígios de computadores.
Presumo que não estejas triste...
Beijinhos... e merci pelo Beijito. Continuo a achar imensa graça.


De gotadeorvalho a 29 de Dezembro de 2009 às 22:49

Querida amiga Ónix,

Como é bom sermos livres!!! Essa é a parte melhor...
Penso que quando há necessidade de libertar essas palavras, o melhor é fazê-lo mesmo, se possível. Quando isso não é possível, se pensarmos (com muita força) que o estamos a fazer, a outra pessoa pode chegar a senti-lo!! Digo eu....

Tem um bom ano de 2010, com tudo de bom.
Beijinhos reluzentes para ti, amiga.


De ónix a 29 de Dezembro de 2009 às 23:11
Querida gotinha
Também acho que as palavras deveriam ser ditas, mas nem sempre é possível. Por isso continuamos a viver a nossa vida da melhor maneira possível.
Que 2010 te dê tudo o que desejas e mereces.
Beijinhos... muitos.


De Júlia a 30 de Dezembro de 2009 às 16:58
Livres, livres, penso, e desculpem-me ir contra as vossas opiniões, nunca somos. Vivemos aprisionados aos horários, às etiquetas, às obrigações...
mas tenho que concordar - poder conduzir sem destino, apenas acompanhada pelos pensamentos, ao som de uma boa música e de cabelos ao vento (desde que não caiam raios e coriscos), é libertador, pelo menos naquele momento.

Vim desejar umas boas entradas e que a ano 2010 seja excelente.


De ónix a 30 de Dezembro de 2009 às 22:09
Pois, pois... mas referia-me precisamente aqueles momentos que são só meus, quando não há horários, obrigações e afins. E claro que tenho de concordar que numca somos totalmente livres.
Beijinhos e que 2010 te traga tudo de bom.


De spectrum a 30 de Dezembro de 2009 às 22:22
pena - ou talvez não - das agulhas que teimam em nos picar. as memórias tb têm um lado obscuro.
desejo-te um 2010 pleno de sonhos cumpridos.
beijinhos


De ónix a 30 de Dezembro de 2009 às 22:44
Olá A.
Gosto sempre dos teus comentários muitíssimo bem escritos e tão cheios de sentimento.
Concretiza igualmente os teus mais belos sonhos no novo ano que se aproxima.
Beijinhos.


Comentar post


. Um pouquinho de mim

. Adicionar-me

. 34 seguidores

Obrigada a quem vai passando...

.OS MEUS REPTOS

. Regresso

. O Despertar dos Silêncios

. Back in time

. Um dia...

. Vontades

. Poetas

. Faz

. Escolhas

. Noite

. Aplauso

. Sedução

. Smile

. Why?

. Acerca deste dia

. Words

. Ele e Ela

. Red rose

. Closed

. O livro ou não...

. Eternamente jovem

. Palavras para uma imagem

. Medo

. Histórias ou estórias, qu...

. No feminino

. Nós

. Brinde a ti

. Primavera

. Escreve-me

. Dezanove

. Palavras para uma imagem

. Com Alma

. Para ti

. Era uma vez...

. Virar de página

. Palavras para uma Imagem

. A norte

. Champanhe e palavras

. Angel

. O Filme

. Em silêncio

. Porque me apetece

. Ela

. Danças?

. Entardecendo devagar

. Caminhos

. Years

. Fim de tarde

. Reencontros

. Palavras...somente

. Hoje

.O TEMPO DAS PALAVRAS

. Junho 2019

. Novembro 2014

. Agosto 2014

. Novembro 2013

. Setembro 2013

. Abril 2013

. Fevereiro 2013

. Dezembro 2012

. Outubro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

Protected by Copyscape Web Plagiarism Check

Imagens retiradas de Google

online