Segunda-feira, 21 de Março de 2011

Escreve-me

Escreve para mim o mais belo poema de amor, disse-te eu um dia

Tu olhaste-me com ternura infinda e correste desenfreado

à procura das palavras...

Colheste-as uma a uma e escreveste-as no papel

 

Lê-as devagarinho, disseste-me tu um dia

E eu, com medo do desengano, li as reticências, as vírgulas e os pontos finais

Quando terminei, no silêncio de mim, o coração chorou baixinho

com o assombro das palavras...

 

Apertei nas mãos e fiz calar o que tinha escrito para ti...

Definitivamente não sei escrever poemas de amor!

 


escrito por ónix às 21:36
| comentar
31 comentários:
De Ametista a 21 de Março de 2011 às 22:11
Minha querida ónix
Para além de escreveres prosa maravilhosamente bem, consegues surpreender-me com o teu dom para a poesia..
Fiquei sem palavras com tamanha sensibilidade e uma verdadeira queda para a poesia..
Simplesmente lindo o teu poema..
Fiquei comovida, manuska..

Um grande beijinho :)


De ónix a 21 de Março de 2011 às 22:21
Estas palavras vindas de alguém como tu, que escreve como só tu sabes fazer, deixa-me assim... meio aparvalhada.
Obrigada, manuska.
Bjus


De Natacha a 21 de Março de 2011 às 23:25
Clap, clap, clap...

Sim, é um aplauso!
Sim, e de pé!

Parabéns pela tua sensibilidade. Poesia...

Um beijinho :)


De ónix a 21 de Março de 2011 às 23:47
Olá Natacha
Fico feliz com tanto elogio...obrigada, a sério.
Beijinhos para ti


De averse a 21 de Março de 2011 às 23:37
"com o assombro das palavras..."
sebe mesmo bem ler o que escreves, parece que transpiras serenidade.


De ónix a 21 de Março de 2011 às 23:49
Alô, alô
Gosto que gostes de me ler. Já tentei por diversas vezes ir ao teu blog mas não tenho acesso. Privatizaste...
Beijinhos e obrigada por passares


De averse a 21 de Março de 2011 às 23:58
pois... :)
desculpa, adicionei o teu email para teres acesso, mas só vais encontrar o que já existia, não tenho adicionado nada...
beijo
é sempre um prazer ler-te


De ónix a 22 de Março de 2011 às 00:11
Obrigada. Pena é não ires adicionando...as tuas fotos acompanhadas de palavras bem escritas deveriam continuar a deliciar quem te visita.


De averse a 22 de Março de 2011 às 00:14
nem sei que te responder... obrigado!



De ónix a 22 de Março de 2011 às 00:20
Não há nada para responder, foi dito com a sinceridade que me caracteriza.
Depois com calma passarei pelo teu blog para ver e ler o que ainda não vi nem li. Eu bem tentava, mas....
Fica bem


De Divagante a 22 de Março de 2011 às 19:11
Muito bonito. A leitura, aliada a esta música singular torna o seu conteúdo fabuloso. Gosto muito de ler.


De ónix a 22 de Março de 2011 às 21:58
Só posso agradecer as tuas palavras. Também acho esta música fantástica, claro, senão não a poria aqui. Quando tiver tempo passo no teu blog. Tenho tido falta dele...ai, estou sempre a pôr as culpas no tempo.


De viajanteintemporal a 22 de Março de 2011 às 22:55
Olá amiga,
Acho que estás cada vez melhor!
Adorei.
Um beijo grande


De ónix a 22 de Março de 2011 às 23:15
Olá amigo
Olha que fico assim com tanto elogio.
Que já estejas recuperado.
Abraço grande


De José A a 22 de Março de 2011 às 23:12
Pois não... não sabes... imagino se soubesses...
Como escrevi recentemente algures no blog "Danças em Silêncio" (não sei se conheces...), a poesia tem que se sentir e não duvides que quando escreves... sente-se...
"Definitivamente sei que escreves poemas de amor"


De ónix a 22 de Março de 2011 às 23:18
Ah, ah,ah... o nome desse blog não me é estranho...
José, fico sempre sensibilizada com as tuas palavras, sabes isso não sabes??
Será que sei escrever poemas de amor??Hummm...talvez.
Beijinhos grandes para ti


De gotadeorvalho a 23 de Março de 2011 às 16:18

Olá querida Ónix!!

Gostei muito do teu poema, é lindo.
Sabes escrever poemas de amor, sim!!!

Beijinhos grandes


De ónix a 23 de Março de 2011 às 23:34
Olá gotinha
Achas?? Acho que vou ter de acreditar...
Bom ter-te por aqui.
Beijinhos para ti


De artesaoocioso a 24 de Março de 2011 às 23:48
Margarida,
Precisa de saber escrever poesia?
Para quê? Ela está na prosa.
[Error: Irreparable invalid markup ('<br [...] <a>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

Margarida, <BR>Precisa de saber escrever poesia? <BR>Para quê? Ela está na prosa. <BR class=incorrect name="incorrect" <a>Bjs</A>


De ónix a 25 de Março de 2011 às 19:35
A poesia está em tudo o que quisermos, João. Feliz fico , por continuar a passar pelo meu espaço meio poético, se é que lhe posso chamar assim.
Abraço


De artesaoocioso a 26 de Março de 2011 às 00:08
Margarida,
Não é meio poético a> , é poético a> .
Passo com alguma frequência , comento menos porque as vezes parece-me que iria repetir o que outros já disseram.
um abraço


De ónix a 26 de Março de 2011 às 00:36
João
As suas visitas são sempre boas e as suas palavras bem vindas, claro...têm sapiência.
Abraço


De Raquel a 25 de Março de 2011 às 10:54
... sem palavras. Lindo.


De ónix a 25 de Março de 2011 às 19:36
Beijinhos, Raquel. Obrigada.


De flordocardo a 25 de Março de 2011 às 23:31
Mt, mt, muito bom! Mesmo!!!
Bjões! * * *


De ónix a 26 de Março de 2011 às 00:06
Sério?? Gostaste?? Sabes que considero sempre os teus comentários porque não estás aqui só para dares os "amens"... quando não gostas assim tanto, dizes, e é isso que eu gosto em ti.
Que tudo esteja a correr bem contigo, isso é o que eu quero.
Bjinhos


Comentar post


. Um pouquinho de mim

. Adicionar-me

. 35 seguidores

Obrigada a quem vai passando...

.OS MEUS REPTOS

. Regresso

. O Despertar dos Silêncios

. Back in time

. Um dia...

. Vontades

. Poetas

. Faz

. Escolhas

. Noite

. Aplauso

. Sedução

. Smile

. Why?

. Acerca deste dia

. Words

. Ele e Ela

. Red rose

. Closed

. O livro ou não...

. Eternamente jovem

. Palavras para uma imagem

. Medo

. Histórias ou estórias, qu...

. No feminino

. Nós

. Brinde a ti

. Primavera

. Escreve-me

. Dezanove

. Palavras para uma imagem

. Com Alma

. Para ti

. Era uma vez...

. Virar de página

. Palavras para uma Imagem

. A norte

. Champanhe e palavras

. Angel

. O Filme

. Em silêncio

. Porque me apetece

. Ela

. Danças?

. Entardecendo devagar

. Caminhos

. Years

. Fim de tarde

. Reencontros

. Palavras...somente

. Hoje

.O TEMPO DAS PALAVRAS

. Junho 2019

. Novembro 2014

. Agosto 2014

. Novembro 2013

. Setembro 2013

. Abril 2013

. Fevereiro 2013

. Dezembro 2012

. Outubro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

Protected by Copyscape Web Plagiarism Check

Imagens retiradas de Google

online