Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Quando...

publicado por ónix, em 19.01.09

 

A vida é tão fugaz... e consome-me tantas vezes a pergunta "será que valeu a pena"? Valeram a pena as lágrimas choradas a doer, as palavras que fizeram magoar, a ruptura de um amor maior?

Não, não valeu a pena. Sei que já vivi muitas vidas e muitas outras vou viver, mas é nesta que exijo ser feliz. Tarde demais. Será? É que  agora o tempo, na verdadeira essência da palavra, corre atrás de mim com gargalhadas embriagadas de vitória, vencendo-me assim, tão facilmente. 

 

E quando eu morrer, que seja!... De preferência  bem velhinha, na minha cama quentinha, a sorrir e a sonhar !

Será que me é permitido?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por ónix às 19:25


comentários

De Ametista a 19.01.2009 às 21:36

Minha querida Ónix,

Senti um arrepio daqueles ao ler-te, sabes...
Acredito que serás feliz... Afinal, provavelmente já o és... se tantas pessoas nada têm...
Tu tens... tens saúde, uma família que te ama...
O amor? Nunca é tarde... nós é que pensamos que é...
O tempo? Já sabes que corre veloz... contra isso, nada a fazer...
Já não vale a pena chorar...
Sorri sempre...

Abracinho assim bem grande

De ónix a 19.01.2009 às 22:40

Mas eu sou feliz... só que de vez em quando tenho estes devaneios quando recordo o passado e o medo que tenho de envelhecer!
Obrigada, minha queriducha... só o facto de ter uma irmã como tu, já é motivo de felicidade ! Upsss, que ela baba-se toda! Bju

De Ametista a 21.01.2009 às 00:54

Minha querida Ónix,

Posso dizer o mesmo de ti... ter-te como irmã é único... tao diferentes, mas tão irmãs na sua verdadeira essência...

Adoro-te, manuska

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.








Reptos mais comentados


Obrigada a quem vai passando...




Protected by Copyscape Web Plagiarism Check

Imagens retiradas de Google