Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Era uma vez...

publicado por ónix, em 29.01.09

 

Era uma vez um menino de quatro anos... o Tomás.

Um dia, disse-me"Guida, eu não quero crescer"!

E eu fiquei-me assim... pasmada... a olhá-o com uma ternura infinda, sem conseguir argumentar aquelas palavras infinitamente genuínas, ditadas pela inocência de ser criança !

 

As palavras, vou guardá-las... onde dormem outras tantas, que jamais quero esquecer! 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por ónix às 21:28


comentários

De Ametista a 30.01.2009 às 09:11

Minha querida Ónix,
Acredito que não há nada melhor na vida que ser criança e não crescer... a inocência é insubstituível e a pureza inigualável...
Guarda, então, as mais belas palavras que possas ter ouvido até hoje...
Lindo texto.
Abracinho

De ónix a 30.01.2009 às 18:03

Obrigada, amiga ametista
Crescer tem muito que se lhe diga...mas tens que concordar que a vida às vezes pode ser bela..pena é não o ser para todos! Abracinho

De José A a 31.01.2009 às 00:20

Porque será que temos estas reações quando somos crianças? A minha mãe ainda hoje se lembra de uma frase que eu disse com dez anos e foi que estava farto de viver! Sem mais nem menos! Será algo que prevemos quando crianças? Será por isso que queremos ser crianças quando não estamos bem?
A "minha" mulher(detesto dizer minha), mas já tomou conta de crianças e a ultima, com três anos, um dia perguntou porque não tinha-mos filhos, e respondemos que não foi "possível". De imediato disse: então o Zé e a Guida ficam também meus pais, assim já têm uma filha. Isto com três anos.
A inocência é linda, não é?

De ónix a 31.01.2009 às 01:07

Sem dúvida... e muito se perde à medida que vamos crescendo... mas contra isso, nada a fazer!

Comentar repto






Reptos mais comentados




Imagens retiradas de Google