Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Certezas do meu sentir

publicado por ónix, em 03.02.09

 

Ainda me lembro daquele dia... estavas atrás de mim com as mãos na minha cintura e a cabeça deitada no meu ombro." Não me vais deixar, pois não"? Tu não me respondeste e deixaste-me. Depois tive saudades dos lugares, dos momentos, das carícias, das gargalhadas e de tudo.

Chorei até secar, cheguei a ver-te onde tu não estavas e  procurei-te sem te encontrar. E vindo de ti, só mesmo o silêncio e sempre achei o silêncio o pior dos desesperos. E foi assim... naturalmente , cada um seguiu o seu caminho. Hoje sou feliz, nem tão pouco sei como vai a tua vida... mas quando te recordo e não gosto de o fazer, faço-o com carinho, acompanhado de  um obrigada.

Por mim e por ti, tornei-me numa pessoa melhor!!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por ónix às 21:58


comentários

De José A a 04.02.2009 às 00:44

Agora fiquei triste.
Fizeste-me lembrar de umas "coisas".
Fica sempre a duvida de como seria o caminhar num único sentido! A interrogação é sempre a mesma, será que "ela" é tão feliz como eu???
Obs. (A esposa não pesca nada de computadores, apesar de conhecer todo o meu passado).

De ónix a 04.02.2009 às 23:02

Toca a enxotar a tristeza... e essas coisas que te fiz lembrar, possivelmente fazem parte do passado... toca a seguir em frente com a coragem que por vezes não sabemos bem onde a vamos buscar... e pensa em dar umas lições de computadores à esposa... quem sabe se não gostaria de escrever o que lhe dá na real gana... bjinho e obrigada por mais um comentário

De Ametista a 04.02.2009 às 02:09

Simplesmente tocante...
Ficou a certeza de que és especial...
Adoro-te, mana

De ónix a 04.02.2009 às 21:43

Uma pessoa engrandece com tanto elogio... mesmo que não queira, lá cai assim uma babita "canita"... e eu adoro-te a ti... jinho

Comentar repto






Reptos mais comentados




Imagens retiradas de Google