Sábado, 2 de Janeiro de 2010

Última noite

Ela veio de longe feliz e com um brilho no olhar. Ao chegar correu de encontro às duas amigas que a esperavam com alguma ansiedade e alegria. Parecia quase surreal sair da vila que a acolhia no dia a dia e percorrer todos aqueles quilómetros para passar uma noite... aquela que é considerada especial por ser a última. Após a euforia do reencontro, sucederam-se os abraços e cumprimentos da praxe. Dirigiram-se então à velhinha praça da cidade agora restaurada e encantadora tendo como vista principal o imponente castelo iluminado. Iriam juntar-se a outros onze e enquanto aguardavam a sua chegada, sentaram-se em volta da mesa do café e entre martinis e cigarros para todos os gostos surgiram mais uma vez as confissões que aos poucos iam sendo silenciadas à medida que ia chegando quem faltava para o jantar daquela noite... a última do ano.

Estando os catorze acomodados confortavelmente no restaurante do hotel da velhinha praça, sucederam-se as conversas, os sorrisinhos,os olhares cúmplices,as piadas, as gargalhadas e os brindes... ai os malandros dos brindes que pareciam não ter fim. Após um jantar bem animado dirigiram-se os catorze para a praça molhada e gélida para brindar mais uma vez ao novo ano que começava. Brinde a isto, brinde aquilo, brinde ao aqueloutro rumaram finalmente ao acolhedor café concerto situado bem juntinho à velha marisqueira que ainda hoje guarda no mais profundo silêncio, as confissões de uma noite fria e chuvosa. E foi naquele lugar aprazível que passaram o resto da noite... a rir, a conversar, a cantar, a pular e a dançar ao som das saudosas músicas dos anos oitenta, anos que  já consideramos tão distantes

Foi uma noite como tantas outras mas que teimamos em considerar especial por ser a última.

E esta foi especial... muito!Pura e simplesmente por ter sido com quem foi!

 


escrito por ónix às 00:27
| comentar | ver comentários (16)

. Um pouquinho de mim

. Adicionar-me

. 35 seguidores

Obrigada a quem vai passando...

.OS MEUS REPTOS

. Última noite

.O TEMPO DAS PALAVRAS

. Junho 2019

. Novembro 2014

. Agosto 2014

. Novembro 2013

. Setembro 2013

. Abril 2013

. Fevereiro 2013

. Dezembro 2012

. Outubro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

Protected by Copyscape Web Plagiarism Check

Imagens retiradas de Google

online